Como funciona o sistema de filtragem de uma cabine de pintura

05
Outubro

Como funciona o sistema de filtragem de uma cabine de pintura

Uma cabine de pintura (como já descrevemos nessa outra publicação) é um ambiente construído com a finalidade específica para aplicação de tinta por pistola de pulverização. Uma cabine de pintura pressurizada é vedada para evitar que poeira e outras partículas contaminem o ar interno. Essas partículas afetarão diretamente o acabamento final da pintura. A princípio existem dois tipos de sistemas os quais realizam a filtragem e limpeza do ar, um para a entrada do ar e um na saída para o ambiente externo.

Os filtros são necessários para garantir que o ar que entra na cabine esteja livre de contaminantes e que o ar que sai está livre de produtos químicos perigosos. Esses filtros desempenham um papel importante tanto para garantir a qualidade do trabalho de pintura quanto para que a empresa atenda às normas de saúde e segurança. Filtros também são usados para garantir que o ar usado nas mangueiras de pulverização esteja livre de partículas contaminantes.

Os filtros requerem manutenção regular para garantir que o ar dentro e fora da cabine de pintura seja de qualidade correta.

A IMPORTÂNCIA DA MANUTENÇÃO DOS FILTROS

Com o uso normal, os filtros ficam bloqueados com impurezas, reduzindo sua eficiência. Filtros que não estão mais filtrando corretamente afetam o fluxo de ar dentro da cabine de pintura. Como resultado, a poeira e o excesso de overspray circulam dentro da sala de pintura.

O ar de baixa com impurezas dentro da cabine de pintura resultará em custos adicionais, como polimento, lixamento e limpeza da cabine de pintura. Mais importante ainda, o tempo extra, gasto em procedimentos corretivos resulta em menos trabalho sendo concluído - tornando difícil para você cumprir suas metas de produção.

QUANDO REALIZAR A TROCA DOS FILTROS

Não há uma maneira exata de saber em que intervalos de tempo os filtros devem ser trocados. Depende principalmente da carga de trabalho e do tipo e frequência da pintura. Geralmente estimamos um tempo baseado em uma média, normalmente cerca de 60 horas, mas para uma precisão melhor será necessário uma análise mais profunda como mencionado anteriormente.

Os filtros de entrada serão afetados pela qualidade do ar do ambiente local. Se você estiver em uma área com muita poeira no ar, será necessário trocar os filtros de entrada com mais regularidade.

Se você notar uma queda no desempenho do equipamento de pressurização ou da cabine antes que os filtros devam ser substituídos, é aconselhável trocá-los imediatamente.

Se a cabine de pintura estiver equipada com um manômetro ou medidor de passagem do ar, este seria o método perfeito para determinar quando trocar os filtros.

 

Usando um manômetro

Para calibrar seu medidor, desligue os exaustores e defina o medidor para zero.

Quando os filtros forem novos, opere os exaustores com as portas da cabine fechadas. Observe o medidor até que o nível se estabilize. Anote a medida ou coloque uma marca verde neste ponto do medidor.

Verifique as especificações do filtro para o diferencial de pressão recomendado. Isso geralmente está cerca de uma polegada acima do nível de pressão inicial. Portanto, se o diferencial recomendado for de uma polegada, coloque uma marca vermelha uma polegada acima da marca verde.

Quando o nível atinge a marca vermelha, é hora de trocar os filtros.

 

Usando um medidor de velocidade

Quando os filtros forem novos e os exaustores ligados, meça a velocidade dentro da cabine. Isso deve ser de pelo menos 30,5 metros / min para a maioria das cabines. Esta será sua marca verde.

Verifique qual é a velocidade mínima recomendada para a sala de pintura que você está utilizando. Esta será sua marca vermelha.

 

TROCANDO OS FILTROS

Este não é um processo complicado. Verifique se você tem o tipo de filtro recomendado e se eles são do tamanho correto. Pode haver mais de um filtro para entrada ou para a exaustão, portanto, certifique-se de trocar todos eles.

Verifique se os filtros estão na direção certa:

Os filtros de exaustão precisam ter o lado da trama mais aberta voltado para o interior da cabine (para dentro). Os filtros de entrada devem ter o lado com tela de proteção, voltado para dentro.

Certifique-se de que os exaustores da cabine estejam desligados antes de trocar os filtros.

A manutenção de rotina no sistema de filtragem da cabine de pintura não é um processo complicado e não deve resultar em muito tempo de inatividade. Os benefícios de seguir os procedimentos corretos descritos acima são evidentes.

A fabricação de uma cabine de pintura de qualidade requer habilidade, experiência e mão de obra precisa. Para saber mais sobre como obter uma cabine de pintura certa para suas necessidades ou qualquer coisa que você precise saber sobre reparos e manutenção em cabines de pintura, entre em contato com a Super Ar Equipamentos para obter um serviço de melhor qualidade e experiência.

Posts

Relacionadas
12
Novembro
Organize a Sua Manutenção de Fim de Ano

A sua empresa está se organizando para as manutenções de final de ano?

O final… Ler mais

18
Agosto
Qual o tamanho de cabine de pintura ideal?

Como saber qual o tamanho da cabine de pintura que devo comprar? Essa é uma… Ler mais

visualizar mais Posts

Receba nossas novidades por Whatsapp