TENDÊNCIA DO SETOR MOVELEIRO: CONSUMIDOR BUSCA PARTICIPAR DA CRIAÇÃO DO MÓVEL

21
Março

TENDÊNCIA DO SETOR MOVELEIRO: CONSUMIDOR BUSCA PARTICIPAR DA CRIAÇÃO DO MÓVEL

Segundo Flávia Mardegan, uma das palestrantes do Design Fórum Móveis, evento simultâneo à ForMóbile, o consumidor escolhe para quem dará o direito de entrar em sua casa e para ter esse privilégio é preciso criar uma nova experiência de marca com ferramentas tecnológicas e atendimento humanizado.

Personalização. Esse é um dos quesitos mais relevantes para quem quer comprar móveis. Para o setor moveleiro, isso significa que o atendimento e a experiência de venda são hoje meios de diferenciação diante de um mercado tão concorrido. “Qualidade e preço também influenciam a decisão de compra, mas o que o consumidor quer mesmo é participar ativamente da criação”, explica a designer e consultora de vendas Flávia Mardegan, uma das palestrantes do Design Fórum Móveis, evento simultâneo à ForMóbile - Feira Internacional de Fornecedores da Indústria Madeira e Móveis, que acontece em São Paulo, entre os dias 26 e 29 de julho.

A tendência da ‘co-criação’ tem ganhado força com as ferramentas tecnológicas que surgem a todo momento no setor. É possível projetar uma sala, mudar a cor dos móveis, aprimorar os acabamentos, produzir novas funcionalidades de um objeto, usando apenas um aplicativo. Como é o caso do Simulador de Ambientes da Formica, uma das expositoras da ForMóbile. Disponível para aparelhos mobile dos sistemas Android e IOS, o aplicativo é uma ferramenta que auxilia o público a escolher o laminado mais indicado para cada projeto, permitindo que o usuário faça combinações entre padrões e cores diferentes e visualize o resultado em imagens ambientadas.

Já a Promob Software Solutions, que também estará na Feira, oferece soluções para gestão de fábricas, gestão de loja, produção de móveis e projetos em 3D. Considerada uma grife de softwares para ambientação virtual, a empresa possui ferramentas que otimizam o trabalho de arquitetos, designers de interior, decoradores, indústrias, marcenarias e lojistas. Os softwares da marca são utilizados por mais de 12 mil lojas de móveis e 5 mil profissionais do setor, totalizando mais de 63 mil licenças distribuídas em 37 países.

Diversas outras soluções tecnológicas para aprimoramento da concepção dos móveis, venda e experiência do consumidor estarão em exposição na ForMóbile. Entretanto, Flávia ressalta que é importante não abrir mão da humanização do atendimento, “a tecnologia é uma ferramenta que faz parte do ‘criar uma experiência’, precisamos usá-la para despertar as emoções dos clientes, precisamos entender o que nosso cliente busca, ou seja, quais as razões emocionais que o farão decidir por uma empresa em detrimento de outra. Desta forma, a tecnologia pode ser um meio para despertar estas emoções, uma forma de interação com o cliente”, explica.

A palestra “Provocar uma experiência e vender com resultados”, conduzida por Flávia, acontece no dia 28, às 16h40. Para conferir a programação completa do Design Fórum Móveis, clique aqui.

Fonte:Mariana Parizotto/Fabiana Cardoso
Primeira Página Assessoria de Comunicação e Eventos
www.ppagina.com
55 (11) 5908-8210
Redacao.mariana@ppagina.com;
Jornalista responsável: Luiz Carlos Franco
Julho/2016

Notícias

Relacionadas
01
Novembro
A importância da qualidade técnica na pintura de móveis

 

De acordo com Baer, a indústria moveleira ainda tem o hábito de pensar a… Ler mais

18
Janeiro
Polo moveleiro cresce em Bento Gonçalves e cria mais de 2,8 mil novas vagas de emprego

Pela primeira vez em quatro anos, a produção industrial do polo moveleiro de Bento Gonçalves fechou 2017… Ler mais

visualizar mais notícias

Receba nossas novidades por Whatsapp